Portal do Governo Brasileiro
  • Página Inicial
Voltar

Projeto Parceria Votorantim pela Educação - Instituto Votorantim

Práticas:: Divulgação da mobilização social pela educação na mídia, Formação/Oficina sobre o PMSE, Criação de Comitê de Mobilização Social pela Educação
Parceiros: Ministério Público, Setor Público, Secretarias de Educação e Escolas, Entidades do terceiro setor, Empresas, Instituições religiosas, Comitês de Mobilização Social pela Educação
Unidade(s) Federativa(s): SC, RR, RO, RN, SP
Descrição:

Contato

Rafael Gioielli - gerente de pesquisa e desenvolvimento do Instituto Votorantim - rafael.gioielli@institutovotorantim.org.br

Mariana Vieira de Souza Franco – coordenadora dos Programas de Educação, Trabalho e Via (apoio ao ECA) do Instituto Votorantim - mariana.franco@institutovotorantim.org.br

Liderança (ator responsável)

Instituto Votorantim.

Parceiros

São parceiros institucionais do projeto Parceria Votorantim pela Educação (PDV) o Ministério da Educação (MEC), o movimento Todos Pela Educação, o Canal Futura, prefeituras, secretariais municipais de Educação e diretorias regionais de Ensino das cidades participantes, a empresa de consultoria especializada em responsabilidade social e sustentabilidade Olhar Cidadão e a organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP) Comunidade Educativa Cedac.

Histórico

O Parceria Votorantim pela Educação foi criado em 2008 (ano de implantação do projeto piloto em três municípios), a partir de uma articulação estabelecida pelo Instituto Votorantim com a área de Mobilização Social do Ministério da Educação (MEC). O MEC, reconhecendo o potencial convocatório da Votorantim, pela sua capilaridade geográfica e poder de influência, convidou o Grupo a ser um parceiro da causa, trazendo mais força para a mobilização.

Em 2009, o projeto se expandiu para 29 municípios, em 2010 foram 39 e em 2011 um realinhamento reduziu sua atuação para 30 municípios de 13 estados: Água Clara (MS), Alcobaça (BA), Aracruz (ES), Arroio Grande (RS), Barra Mansa (RJ), Belmiro Braga (MG), Capão Bonito (SP), Capão do Leão (RS), Caravelas (BA), Catanduva (SP), Conceição da Barra (ES), Fortaleza de Minas (MG), Governador Mangabeira (BA), Itapeva (SP), Jacareí (SP), Jambeiro (SP), Laranjeiras (SE), Miraí (MG), Niquelândia (GO), Nova Viçosa (BA), Paracatu (MG), Piracicaba (SP), Resende (RJ), Rio Branco do Sul (PR), Santa Branca (SP), Sobradinho (DF), Sobral (CE), Vazante (MG), Vila Valério (ES) e Xambioá (TO).

Objetivos

O projeto Parceria Votorantim pela Educação tem como objetivo geral contribuir para a melhoria da educação pública, por meio de estratégias e ações de sensibilização e mobilização social e do apoio à gestão pública, fortalecendo as políticas públicas no âmbito local. Para tanto, mobiliza as comunidades para o compromisso e a valorização da educação e apoia a gestão pública no entendimento e na aplicação das políticas públicas nacionais no âmbito local.

Metodologia - estratégias empregadas

Seleção dos municípios parceiros

Os municípios parceiros são selecionados a partir dos seguintes critérios:

• Contexto dos investimentos sociais e dos negócios desenvolvidos pelo Grupo Votorantim na comunidade, considerando operações das empresas consolidadas ou em fase de expansão.

• Municípios com Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) abaixo da média nacional e/ou com indicadores sociais críticos.

• Unidades da empresa com histórico de relacionamento estabelecido com poder público local e com a comunidade.

Atuação dos funcionários da empresa como mobilizadores locais

Cada município tem um funcionário do Grupo que atua voluntariamente como um mobilizador local e coordenador das ações. São eles que lideram o processo de mobilização nos municípios. Eles buscam identificar, sensibilizar e engajar os agentes-chave nas localidades em que atuam, com o objetivo de implementar ações que aproximem família, escola e comunidade.

Instituição de Grupo de Mobilização e Grupo de Apoio à Gestão Pública

A partir da articulação de agentes-chave conduzida pelos funcionários do Grupo, o Projeto cria dois grupos de trabalho voluntário em cada um dos municípios participantes: o Grupo de Mobilização, formado pelos agentes-chave, lideranças da comunidade que se disponham a realizar ações de mobilização para a valorização da educação; e o Grupo de Apoio à Gestão Pública, que reúne técnicos da Secretaria Municipal de Educação para discutir e planejar ações visando o aprimoramento das políticas públicas. Os dois grupos são comandados pelo mobilizador local, funcionário do Grupo Votorantim.

Após identificar os agentes-chave (representantes de associações de bairro, igrejas, conselhos e órgãos de direitos, famílias, entre outros), o mobilizador local os convida para uma reunião de apresentação da iniciativa. Nela, os interessados são convidados a participar da iniciativa e fazer parte do Grupo de Mobilização.

O Grupo é o responsável por planejar as ações locais de mobilização visando à melhoria da qualidade da educação. A partir do diagnóstico da situação educacional local, ele define as prioridades e elabora um plano de ação, organizado cronologicamente para envolver os diferentes públicos do município. O plano engloba tanto atividades individuais, destinadas a mobilizar as próprias redes de contato, quanto atividades de impacto municipal.

A comunidade local é convidada a se tornar multiplicadora das ações, não precisando, necessariamente, fazer parte do Grupo de Mobilização. Relatos apontam que, muitos pais, ao receberem a cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos, solicitaram ao Grupo de Mobilização mais exemplares para entregar o material também aos vizinhos e parentes. Todos são, ainda, convidados a compartilhar suas práticas ou fazer seus comentários sobre as atividades desenvolvidas no Blog Educação (www.blogeducacao.org.br), site do projeto que aborda a temática de educação.

Paralelamente ao Grupo de Mobilização, o Grupo de Apoio à Gestão Pública atua na missão de apoiar o poder público local na discussão de propostas que impactem na qualidade da educação.

Atuação de consultores técnicos

Desde 2011, os grupos contam com a atuação de um consultor técnico especializado em educação, que oferece suporte ao trabalho. O objetivo é expandir as propostas de mobilização e fortalecer a ação junto ao poder público.

Realização de Oficinas de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação

Em parceria com o MEC, são realizadas Oficinas de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação em vários dos municípios participantes do projeto.

Implementação do projeto em etapas

O Projeto propõe que o Grupo de Mobilização defina ações anuais pautadas em quatro ciclos de atividades: 1) sensibilização das famílias; 2) valorização da educação pelos alunos; 3) valorização e reconhecimento dos professores; e 4) participação da comunidade na escola. O foco e as ações de cada ciclo são:

Ciclos de Atividades do projeto Parceria Votorantim pela Educação.

 

No Grupo de Apoio à Gestão Pública os temas são: 1) Avaliação (Ideb, Prova Brasil entre outros); 2) Planejamento (Plano de Ações Articuladas); 3) Plano de carreira docente, e 4) Financiamento (Fundeb, Programa Dinheiro Direto na Escola – PDDE, entre outros). O foco é planejar ações que possam ser desenvolvidas para qualificar a oferta da educação pública.

Para apoiar o trabalho realizado pelos grupos, o Instituto Votorantim disponibiliza cadernos com o passo a passo para realização das reuniões; conteúdos para a contextualização dos temas, como textos, dados e apresentações; instrumentos e cartilhas para mobilização; e instrumentos para elaboração dos planos de ação.

Uso de instrumentos de monitoramento e avaliação

O Parceria Votorantim pela Educação conta com um conjunto de instrumentos de monitoramento gerenciado pelos mobilizadores e consultores. Entre os materiais utilizados, estão: Marco Zero do Município, Plano de trabalho (local), Registro de Ações Locais, Relatório de Ciclo, Relatório Consolidado Semestral, Relatório de Mobilização, e cadastros e listas de presença dos encontros. O monitoramento também é realizado por e-mail e telefone.

Promoção de troca de experiências

O Instituto Votorantim promove encontros periódicos entre representantes dos municípios participantes do projeto para discussão de desafios comuns e troca de experiências.

Adequação do projeto de acordo com as lições aprendidas

Por meio da avaliação das ações desenvolvidas, do diálogo entre os envolvidos e da sistematização das lições aprendidas, o Instituto Votorantim aprimora constantemente a metodologia e os materiais do projeto, visando seu aprimoramento para potencializar o efeito das ações. Em 2011, por exemplo, foram introduzidos os consultores técnicos para qualificação do trabalho, incorporados novos materiais de apoio às ações locais de mobilização e criados instrumentos de controle e avaliação local.

Contratação de instituições para apoio ao desenvolvimento do projeto

A operacionalização do projeto é apoiada por duas instituições. A Olhar Cidadão – Estratégias para o Desenvolvimento Humano, presta consultoria para a gestão do projeto, o que inclui orientação aos mobilizadores e elaboração de relatórios e conteúdos de comunicação. A Comunidade Educativa Cedac oferece orientação pedagógica ao projeto, como desenvolvimento de materiais pedagógicos para as ações de mobilização e orientação aos consultores técnicos do projeto.

Instrumentos de mobilização utilizados

Kits de Mobilização e de Apoio à Gestão Pública

Os kits contém roteiro do mobilizador e do consultor; textos, vídeos e conteúdos de sensibilização; materiais para a implementação das ações como cartilhas e folders; sugestões de planos de ação para o desenvolvimento das atividades; e instrumentos para sistematização das atividades e dos planos de trabalho.

Blog Educação

Para fomentar a atuação do projeto, foi criado o Blog Educação, uma ferramenta on-line que agrega informações e documentos sobre as ações presenciais do Parceria Votorantim pela Educação nos municípios envolvidos, além de notícias sobre a educação pública no país. O endereço é: http://www.blogeducacao.org.br/

Principais desafios enfrentados

Os principais desafios apontados pelos gestores do projeto são:

• A falta de uma cultura local de articulação e participação das comunidades nas questões de educação, que ocasiona, em alguns casos, a descontinuidade das atividades propostas no plano de ação.

• Dificuldade dos atores locais em relatar as atividades desenvolvidas e mensurar os resultados alcançados.

• Empoderar e fortalecer os gestores públicos para assumirem o compromisso pela garantia da qualidade da educação, com processos de planejamento, avaliação e financiamento.

Resultados principais

Os gestores responsáveis pelo projeto indicam os seguintes resultados alcançados no ano de 2011 nos municípios parceiros (Resultados quantitativos, obtidos por meio dos relatórios dos ciclos de mobilização 1,2 e 3):

• Mais de mil agentes-chaves chave (funcionários da Votorantim, professores, representantes de associações, igrejas, entre outros) participantes dos Grupos de Mobilização e de Apoio à Gestão Pública em cada um dos ciclos realizados.

660 horas de atividades de formação com os Grupos de Mobilização e de Apoio à Gestão Pública.

110 mil pessoas mobilizadas em mais de mil atividades realizadas nas cidades para disseminar o valor da educação: reuniões com famílias e professores; palestras e encontros com estudantes; Arrastão da Educação; Blitz pela Educação; debates com vereadores; atividades de valorização dos professores; entre outras.

60 mil cartilhas Acompanhem a vida escolar dos seus filhos distribuídas para famílias. O material foi transformado em peças teatrais, com apresentações em praças, teatros e escolas.

• O Concurso Tempos de Escola, competição nacional que premia redações escritas pelos alunos das cidades participantes, tem se tornado uma ação cada vez mais efetiva nas cidades, visando sensibilizar os alunos para o valor da educação. Em 2011, o projeto recebeu cerca de 3 mil redações, vindas de 293 escolas. É um aumento de 330% em relação ao ano anterior.

• O Blog Educação teve um aumento de, aproximadamente, 373% no número de pageviews/mês: de 9.566 visualizações para 35.720 (comparação entre jan/2010 - quando foi lançado o novo Blog - e jun/2011). Houve um aumento também de, aproximadamente, 350% no número de visitas/mês: de 4.279 visitas para 14.981. Em 2011, até o mês de outubro, foram publicadas mais de 500 notícias sobre o tema no espaço virtual.

• O acesso ao Twitter (www.twitter.com/blog_educacao) também tem se ampliado, atingindo a marca de 8 mil seguidores.

Resultados qualitativos (mensurados a partir de pesquisas em profundidade realizadas junto aos mobilizadores e do acompanhamento diário realizado pela equipe de gestão):

• Ampliação da participação das famílias no acompanhamento da vida escolar dos filhos: 34% dos mobilizadores indicam o resgate do acompanhamento da família na vida escolar como principal resultado do projeto.

• Ampliação do engajamento da comunidade e do controle social: 26% dos mobilizadores indicam a ampliação do conhecimento sobre educação e políticas públicas como principal valor do projeto.

• Criação e/ou fortalecimento de Conselhos Municipais de Educação: Nobres (MT) e Belmiro Braga (MG).

• Mobilizadores se tornaram Conselheiros Escolares e Conselheiros Municipais de Educação - Itapeva (SP) e Belmiro Braga (MG) -, assim como representantes de avaliação de projetos educacionais nas cidades: Conceição da Barra (ES) e Arroio Grande (RS).

• Elaboração e/ou aprimoramento do Plano de Ações Articuladas (PAR), ferramenta para o planejamento da educação: Vila Valério (ES) e Fortaleza de Minas (MG).

• Articulações regionais para efetivação de políticas públicas de educação: Fortaleza de Minas encabeçou articulação com Passos, envolvendo 18 municípios; Nova Viçosa (BA) reuniu prefeitos e comunidade escolar de 11 cidades do Estado; e Capão do Leão (RS) envolveu cerca de 500 representantes de 16 cidades do Rio Grande do Sul em um grande encontro, com a presença do MEC.

• Criação de fóruns locais de professores: Niquelândia (GO).

• Reconhecimento pelos parceiros, como o próprio (MEC): o projeto tem sido convidado para compartilhar suas experiências em encontros. A Votorantim foi escolhida para sediar o I Encontro de Empresas sobre Mobilização Social (SP).

Perspectivas

A previsão é a de que o projeto seja ampliado, totalizando 35 municípios

Objetivos:
© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal