Portal do Governo Brasileiro
  • Página Inicial
Voltar

Mobilização Social pela Educação em Santa Inês (MA)

Práticas:: Ações pontuais, Divulgação da mobilização social pela educação na mídia, Ação com famílias, Ação com Comunidade, Mobilização em escolas, Formação/Oficina sobre o PMSE, Mobilização de municípios vizinhos, Lei sobre Dia e/ou Semana de Mobilização Social pela Educação, Criação de Comitê de Mobilização Social pela Educação
Parceiros: Outros parceiros, Secretarias de Educação e Escolas
Unidade(s) Federativa(s): MA
Descrição:

População
77.282 habitantes (IBGE – Censo 2010)

Evolução no Ideb (Ensino Fundamental - redes públicas)

idebsantaines - microsoft word

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Contato

Linete de Jesus Colares – supervisora da Secretaria de Educação do Estado do Maranhão
linetenogueira@hotmail.com

Liderança (ator responsável)

Comitê de Mobilização Social pela Educação de Santa Inês.

Parceiros

Unidade Regional de Educação da Secretaria de Educação do Estado do Maranhão, Secretaria Municipal de Educação de Santa Inês, profissionais da educação, mídia, estudantes universitários e conselheiros tutelares.

Estratégias empregadas

Constituição de Comitê local de Mobilização Social pela Educação
O Comitê de Mobilização Social pela Educação de Santa Inês tem professores das redes estadual e municipal como suas principais lideranças. Convidados para participar da Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação realizada em São Luís em 2009, dois professores retornaram ao município e constituíram o comitê. O grupo se reúne regularmente para planejamento e avaliação das ações desenvolvidas.

Instituição de Dia Municipal de Mobilização Social pela Educação

Santa Inês foi um dos primeiros municípios a aderir à mobilização e pioneiro na criação do Dia Municipal de Mobilização Social pela Educação, motivando vários outros a seguirem seu exemplo. O dia é comemorado anualmente em 10 de setembro, aniversário da professora Conceição Freire, uma das primeiras educadoras da cidade reconhecida por sua dedicação à educação.

Capacitação de multiplicadores da mobilização em eventos de formação de docentes

Uma das mobilizadoras de Santa Inês é supervisora na Unidade Regional de Educação, vinculada à Secretaria Estadual de Educação. Seu trabalho cotidiano é realizar formações de diretores, coordenadores pedagógicos e professores. A educadora insere o Plano de Mobilização Social pela Educação nas formações que realiza: apresenta seus objetivos e principais conceitos, fala sobre a importância da interação escola-família-comunidade, distribui exemplares e expõe os conteúdos da cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos e discute com os participantes formas de realizarem a mobilização em suas escolas.

Realização de ações de mobilização em escolas

Os voluntários do comitê local promovem ações de mobilização em escolas das redes estadual e municipal de Santa Inês. Como muitos dos mobilizadores são professores ou técnicos da Secretaria Estadual de Educação, desenvolvem em suas unidades ou nos estabelecimentos que apoiam as atividades de estimulo à interação escola-família-comunidade. Eles atendem também a convites feitos por diretores e professores de outras escolas. São reuniões com pais nas quais a cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filho é apresentada e discutida.

Estudo da cartilha por conselheiros escolares

Membros dos conselhos escolares das escolas municipais realizaram em uma de suas reuniões regulares sessão de estudos sobre a cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos. Mobilizadores do comitê local participaram do encontro para apresentar a cartilha e o Plano de Mobilização Social pela Educação e dialogar sobre a ampliação dos espaços para interação escola-família no âmbito dos Projetos Políticos Pedagógicos das unidades de ensino.

Leitura da cartilha no projeto Hora da Leitura

A rede municipal de Santa Inês promove o projeto Hora da Leitura, no qual semanalmente alunos e professores se reúnem para ler livros e outras publicações e conversar sobre o que foi lido. Um dos professores da rede incluiu a cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos nos materiais para serem lidos no projeto.

Divulgação da Prova Brasil

Para divulgar a Prova Brasil, mobilizadores de Santa Inês confeccionaram cartazes com os objetivos e forma de aplicação desta avaliação e os afixaram em escolas, lojas e instituições públicas e privadas. Diretores de escola conseguiram apoio junto a donos de supermercados para financiar os cartazes.

Realização de ações de mobilização em comunidades

O comitê local promove ações de mobilização em comunidades do município de Santa Inês. São encontros em instituições comunitárias nos quais são realizadas palestras sobre a importância da participação da família na educação escolar das crianças e adolescentes. Nessas ocasiões, são distribuídos exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos. Para motivar a participação dos familiares, as mobilizadoras preparam cafés da manhã, sorteiam cestas básicas e doam roupas para os participantes.

Realização de ações de mobilização em eventos e ocasiões diversas

O plano de trabalho elaborado pelo Comitê de Mobilização de Santa Inês prevê ainda a distribuição da cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos em ocasiões como eventos e festas municipais, reuniões de projetos sociais e escolas dominicais das igrejas. A ordem para os mobilizadores é abordar a mobilização em todos os eventos de que participam. Nessas ocasiões, os voluntários conversam com a população sobre a importância das famílias participarem da educação escolar das crianças e adolescentes.

Divulgação das ações de mobilização na mídia

Para divulgar as ações de mobilização na mídia, os voluntários de Santa Inês utilizam duas estratégias: convidam repórteres para participarem dos encontros do comitê e enviam releases sobre as atividades realizadas para as empresas de comunicação. Tanto a mídia impressa quanto a televisiva têm noticiado a mobilização e o trabalho desenvolvido pelo Comitê local.

Uma das mobilizadoras concedeu entrevista à TV Eldorado, na qual falou sobre o que é a mobilização social pela educação, como participar e os trabalhos realizados em Santa Inês.

Disseminação da mobilização social pela educação em outros municípios

Olho d'Água das Cunhãs e Governador Newton Bello são dois municípios maranhenses que receberam o apoio de voluntários de Santa Inês para a criação de comitês locais de mobilização. No primeiro município, os mobilizadores participaram da Semana Pedagógica, no segundo, do Programa de Formação Inicial dos Professores da Rede Municipal. Em ambos, proferiram uma palestra sobre a mobilização e reuniram os participantes em grupos para planejar as ações a serem desenvolvidas.

Instrumentos de mobilização utilizados
Cartilha Acompanhem a Vida Escolar de seus Filhos

A cartilha é o principal instrumento de mobilização utilizado em Santa Inês.

Principais desafios enfrentados

Dois desafios principais foram apontados pela mobilizadora de Santa Inês: a ausência de parceiros que disponibilizem recursos para viabilizar o trabalho do comitê e o tempo limitado dos voluntários para propiciar um acompanhamento às escolas nas quais são desenvolvidas atividades de mobilização.

Resultados principais

O aumento da participação das famílias nas escolas, especialmente em um estabelecimento que teve ações de mobilização permanentes, é o principal resultado mencionado pela representante do comitê local.

Perspectivas

Os mobilizadores de Santa Inês programam:

• Apoiar a criação de comitês em municípios vizinhos. Para isso, planejam contatar secretários municipais de educação e expor o Plano de Mobilização Social pela Educação, seus objetivos, principais conceitos e os resultados que vêm sendo alcançados em Santa Inês. O objetivo é fortalecer as ações de mobilização realizadas na região e pleitear a realização de uma oficina de formação de mobilizadores pelo MEC.
• Eleger uma escola para concentrar o trabalho de mobilização e proporcionar acompanhamento, a fim de alcançar resultados mais consistentes.
• Aprovar projeto com a Secretaria de Educação do Estado do Maranhão para instituir o Dia da Família na Escola.
• Sensibilizar mais pessoas para aderirem à causa da mobilização.

Objetivos:
© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal