Portal do Governo Brasileiro
  • Página Inicial
Voltar

Mobilização Social pela Educação em Bauru (SP)

Práticas:: Ações pontuais, Ação com Comunidade, Mobilização em escolas, Formação/Oficina sobre o PMSE, Criação de Comitê de Mobilização Social pela Educação
Parceiros: Outros parceiros, Setor Público, Secretarias de Educação e Escolas, Entidades do terceiro setor, Instituições religiosas, Comitês de Mobilização Social pela Educação
Unidade(s) Federativa(s): SP
Descrição:

Bauru - SP

População

343.937 habitantes (IBGE – Censo 2010).

Evolução no Ideb (Ensino Fundamental - redes públicas)

 

 

 

 

 

 

 

Contatos

Rosimeire de Freitas Roveda
Integrante do Comitê local de Mobilização Social pela Educação
rosimeire_roveda@ig.com.br

Liderança (ator responsável)

Liderança 1 - Comitê de Mobilização Social pela Educação; Liderança 2 - Segmento religioso.

Parceiros

Ministério da Educação, Prefeitura Municipal, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria do Bem Estar Social (SEBES), escolas, igrejas, Pastoral da Educação Diocesana, Irmãs Apóstolas do Sagrado Coração, entidades sociais, Diretoria de Ensino, Conselho Tutelar, Polícia Militar, Universidade do Sagrado Coração e educadores.

Estratégias empregadas

Constituição de Comitê local de Mobilização Social pela Educação

A criação do Comitê local de Mobilização Social pela Educação envolveu o chamamento público de atores diversos envolvidos com a educação no município, como universidades, entidades religiosas, educadores, professores e instituições da sociedade civil.

O Comitê se reúne mensalmente para planejar, discutir e avaliar as ações de mobilização.

Realização de Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação

As ações de mobilização social pela educação em Bauru foram iniciadas pela Pastoral da Educação e pelas Irmãs Apóstolas do Sagrado Coração. Em parceria com o Ministério da Educação, realizaram a Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação.

Mobilizadores de Bauru participaram também de Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação realizada no município de Assis com a participação de 17 municípios do Sudoeste Paulista.

Estabelecimento de parceria com a Pastoral da Educação

A Pastoral da Educação foi a principal liderança na constituição do Comitê local. A entidade tomou conhecimento do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) por meio do MEC e desde então tem contribuído com as ações de mobilização. O Comitê realiza reuniões nas paróquias para falar sobre a importância da participação da família na vida escolar dos filhos.

A mobilização social pela educação é tratada também em encontros do projeto de ensino religioso realizado pela Diretoria de Ensino (órgão ligado à Secretaria Estadual de Educação) em parceria com as secretarias municipais de Educação, entidades espíritas e evangélicas e Diocese local, nas escolas de Ensino Fundamental de Bauru. Em encontros bimestrais realizados com coordenadores pedagógicos e/ou diretores das escolas, é divulgado o Plano de Mobilização Social pela Educação e são discutidos temas relativos ao acompanhamento familiar das crianças.

O Comitê de Bauru participa de encontros regionais e nacionais da Pastoral da Educação nos quais são tratadas temáticas relacionadas à Mobilização Social pela Educação. São palestras, debates e trocas de experiências promovidas entre dioceses do estado de São Paulo.

Participação na Caminhada da Família

O Comitê de Bauru participa da Caminhada da Família, evento anual realizado pela Diocese local. Na ocasião, os mobilizadores disseminam mensagens acerca da importância da participação dos pais na educação escolar dos filhos por meio de faixas e de conversas com os participantes.

As faixas utilizadas são oferecidas às escolas com baixo Ideb e ficam por tempo indeterminado nessas unidades de ensino.

Estabelecimento de parcerias com outras instituições religiosas

Além da igreja católica, representada pela Pastoral da Educação, o Comitê de Bauru também divulga o PMSE junto a igrejas evangélicas, como a Igreja Metodista. São realizadas reuniões com representantes das igrejas para apresentação do Plano e das formas que podem colaborar na disseminação das mensagens nos seus centros.

Realização de ações de mobilização em escolas

O Comitê local realiza reuniões com equipe gestora, professores e pais em escolas públicas de Bauru para divulgação do PMSE. A partir do exame do Ideb das unidades escolares, juntamente com a análise de outras informações sobre as escolas (como depoimentos de integrantes do Comitê que conhecem os estabelecimentos), são identificadas as que mais precisam de apoio na melhoria da qualidade da educação. O Comitê contata, então, as diretoras, oferecendo uma visita para exposição do PMSE e discussão de estratégias de interação escola-família. Apenas as escolas das diretoras que se interessam são visitadas. Também a critério da gestora são feitas as reuniões junto a professores e pais. Opta-se por aproveitar os espaços de discussão que as escolas já dispõem como os Horários de Trabalho Pedagógico Coletivo (HTPC) e reuniões de pais.

Nos encontros, o PMSE é exposto em apresentações em power point e exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos são distribuídos. Os professores debatem sobre as ações que podem ser postas em prática para a melhoria da relação entre escolas e famílias e os pais são instruídos a respeito do acompanhamento escolar dos filhos. Sugere-se também que os participantes acompanhem o blog da Mobilização para conhecimento de práticas realizadas no país. Muitas escolas, tanto municipais quanto estaduais, já receberam o apoio do Comitê.

Formação de educadores

Em parceria com a Diretoria de Ensino de Bauru, vinculada à Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, o Comitê local tem participado de reuniões de professores mediadores de conflitos que vêm atuando nas unidades de ensino com o objetivo de intermediar as relações entre a equipe pedagógica e a comunidade. Os mobilizadores participam das reuniões mensais dos educadores para apoiar a inserção da pauta da mobilização social da educação e propor atividades a serem realizadas em conjunto.

Formação de diretores e coordenadores municipais

O Comitê local participou de um evento de formação de técnicos da Secretaria Municipal de Educação, diretores e coordenadores pedagógicos de escolas para apresentação do PMSE. Em uma tarde, foram expostos conteúdos da cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos (distribuída a todos os educadores) e discutidas formas de promover a interação escola-família.

Debate de temas educacionais

Além da mobilização social pela educação propriamente dita, o Comitê de Bauru realiza debates de temas educacionais correlatos, como violência escolar, condições socioeconômicas dos estudantes e indisciplina.

Interação com Conselho Municipal de Educação

A fim de potencializar as ações do PMSE, o Comitê de Bauru tem procurado interagir com o Conselho Municipal de Educação. Para tanto, tem participado de reuniões do colegiado, levando a pauta da mobilização. Um dos assuntos discutidos nessa instância é a articulação com vereadores para instituição do Dia da Mobilização Social pela Educação no município.

Apoio ao fortalecimento dos Conselhos Escolares

Integrantes do Comitê de Mobilização de Bauru participaram de evento de formação de conselheiros escolares, realizado pelo MEC em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. A Mobilização Social pela Educação foi colocada como uma forma de incentivar a comunidade a se envolver nas ações do conselho escolar.

Realização de ações de mobilização social pela educação em entidades sociais

O Comitê de Bauru realiza ações de mobilização junto a entidades sociais do município. Foi realizada uma formação sobre o PMSE para as instituições vinculadas à Secretaria do Bem Estar Social, na qual foram discutidos conteúdos da cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos e distribuídos materiais de mobilização (cartilhas e folhetos). As entidades que se interessaram receberam, em seus espaços, visitas dos mobilizadores para a realização de palestras e reuniões direcionadas a familiares e educadores sobre a importância da participação dos pais na trajetória escolar dos filhos.

Estabelecimento de parcerias com organizações não governamentais (ONGs)

Uma parceria com a ONG Escola de Pais tem contribuído com a disseminação do PMSE em Bauru e região. A instituição orienta pais na educação de seus filhos. O Comitê local participa dos encontros para falar sobre a importância da participação da família na vida escolar de crianças e adolescentes.

Divulgação das ações de mobilização na mídia

O Comitê de Bauru divulga constantemente suas ações na mídia local. A ideia é que a divulgação mantenha os envolvidos com a mobilização motivados e mobilize outras pessoas a aderirem ao movimento. Além da mídia comercial, as ações são divulgadas na revista Conversa, da Diocese (revistaconversa.blogspot.com).

Disseminação da mobilização social pela educação em outros municípios

Integrantes do Comitê de Bauru tem liderado a apresentação do Plano de Mobilização Social pela Educação em municípios vizinhos, como Agudos, Arealva e São João da Boa Vista. Os eventos têm sido realizados em entidades sociais e faculdades de Pedagogia.

Instrumentos de mobilização utilizados

Cartilha Acompanhem a Vida Escolar de seus Filhos

A Prefeitura Municipal de Bauru patrocinou a impressão de 25 mil cartilhas para uso nas ações de Mobilização Social pela Educação.

Apresentações em power point

Os mobilizadores utilizam apresentações em power point para apoiar as exposições do PMSE que realizam.

Murais

O Comitê local confeccionou murais para exposição nas escolas contendo as principais orientações contidas na cartilha do MEC.

Principais desafios enfrentados

Os principais desafios enfrentados apontados pela integrante do Comitê de Bauru são a mudança de paradigmas quanto à participação da família e da comunidade na escola e o estabelecimento de parcerias com empresas para impressão de exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos.

Resultados principais

A integrante do Comitê de Bauru cita como principais resultados a elevação do Ideb e o fortalecimento da interação família-escola-comunidade que, apesar de lento, vem ocorrendo.

Perspectivas

Entre as perspectivas estabelecidas pelos integrantes do Comitê estão:
•    Ampliar o número de mobilizadores.
•    Celebrar novas parcerias.
•    Fortalecer as parcerias com o Conselho Municipal de Educação, Secretaria Municipal do Bem Estar Social (Sebes), Secretaria Municipal de Saúde, Associações de Moradores, Polícia Militar, Conselho Tutelar, Universidade Sagrado Coração e organizações não governamentais.
•    Envolver mais escolas em ações que aproximam familiares e educadores.
•    Aprovar a instituição do Dia Municipal de Mobilização Social pela Educação na Câmara Municipal.

Objetivos:
© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal